Trufa

Trufa negra

tartufo nero

Trufas negras, especialidades da culinária italiana

A trufas negras são um dos alimentos mais caros do mundo, perdem apenas para as brancas. Isto ocorre porque a trufa italiana é rara, não cultivável e difícil de encontrar. Suas qualidades únicas podem deixar um simples prato de massa digno de um Papa renascentista.

Trufas frescas são muito cobiçadas. Estas joias da terra são encontradas em quantidades limitadas, o que faz seu preço variar de acordo com a oferta e a demanda. As trufas negras, em particular, são enraizadas na gastronomia local de suas áreas de origem. Seus apreciadores embarcam em peregrinações para locais como Norcia na Úmbria a fim de saboreá-las frescas em receitas italianas.

Existem dois tipos de trufa negra: a Tartufo nero pregiato e a estivo, esta também conhecida como scorzone. A primeira se origina nos Apeninos Centrais, Piemonte e Veneto de novembro a março e é caracterizada por superfície preta e verrugosa, seu interior é marrom escuro e parece mármore negro e bege, ela é aromática, não muito forte e possui sabor delicado. A segunda é encontrada de maio a agosto, tem saliências maiores e por dentro apresenta cor de avelã. É a variedade mais comum e tem gosto similar ao de cogumelos porcini.

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.