Doces de natal

Pandoro

pandoro

Pandoro para um Natal inesquecível

O Pandoro, entre os doces italianos, talvez seja aquele capaz de invocar a atmosfera de Natal como nenhum outro. Este príncipe dos Doces de Natal italianos são macios, amanteigados e delicados, uma evolução da tradicional receita  Nadalin de Verona. Ele nasceu em 1884 quando Domenico Melegatti criou um bolo tenro e cônico com a forma de uma estrela de oito pontas.

Os ingredientes do Pandoro são simples, o que realmente faz a diferença é a qualidade da farinha, açúcar, ovos, manteiga e fermento usados em sua criação. Existem três fases importantes na elaboração do Pandoro. Leva um dia inteiro para a preparação da massa, esta é deixada para descansar por 30 minutos antes de ser colocada em formas nas quais irá permanecer por pelo menos 6 horas para crescer, após levado ao forno, o resfriamento é lento e dura mais 14h.

O Pandoro deve ser degustado com temperatura ambiente e pode ser saboreado com creme ou mascarpone aromatizado com laranja ou zabaglione. Os vinhos mais recomendados são as variedades doces ou florais com final seco e elegante, como o Picolit, o Moscatel de Trentino, o espumante d’Asti ou o Malvasia delle Lipari.

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.