Máquinas de café

Máquinas profissionais de café

macchina caffa%CC%88 professionale pf grande

máquinas profissionais de café, um mito italiano

Máquinas profissionais de café e a habilidade dos profissionais que as usam são o que realmente faz a diferença na preparação de um autêntico café italiano no bar ou restaurante. O mercado global de máquinas profissionais – e obviamente de cappuccino – vale 650 milhões de euros.

A primeira patente para este tipo de máquina veio em 1884, mas pode-se falar propriamente em indústria a partir do início de 1900. O setor disparou depois da segunda guerra mundial, quando estas máquinas profissionais se espalharam pelos bares da Itália com a expansão do consumo que caracterizou o boom econômico.

A Faema, fundada em 1945, é uma marca que simboliza este período e começa uma competição com a Cimbati que dura até 1995, ano em que decidem unir as forças para levar a excelência de suas máquinas profissionais ao mundo. O grupo, que iniciou suas atividades em uma fábrica de cobre em Milão em 1912, também controla marcas famosas, como Casadio, Hemerson. Exporta cerca de 70% da produção para mais de 100 países (Alemanha e Reino Unido representam a maior demanda) por uma rede de 700 distribuidores.

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.