dieta mediterrânea

Dieta mediterrânea antidepressivo

dieta mediterranea antidepressivo grande

Dieta mediterrânea, um antidepressivo natural

Dieta mediterrânea melhora o humor, assim como um antidepressivo. Essa é umas das evidências reveladas — pela primeira vez — por uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, demonstrando os efeitos positivos da dieta mediterrânea sobre a qualidade de vida, pois há redução dos distúrbios relacionados à deficiência, dor, depressão.

O estudo nasce da colaboração entre o Intituto di neuroscienze do CNR, o Consiglio nazionale delle ricerche (In-Cnr) e a Università di Padova (professor Nicola Veronese). Mais uma confirmação do papel antioxidante e anti-inflamatório da Dieta mediterrânea, benéfica contra doenças neurodegenerativas, metabólicas e cardiovasculares.

Os pesquisadores avaliaram o impacto da Dieta mediterrânea observando 4.470 americanos com idade média de 61 anos: uma amostra habituada a regimes dietéticos bem diferentes daquele mediterrâneo e caracterizado por um predomínio mais elevado de doenças cardiovasculares e metabólicas do que o da população europeia. No fim do estudo, verificou-se uma ocorrência menor de deficiências e depressão (cerca de 30% menos) naqueles que seguiram hábitos alimentares mais próximos da dieta mediterrânea: consumo abundante de fruta, verdura, cereais, nozes, óleo de oliva; consumo moderado de vinho tinto, de peixe e de frango; e consumo reduzido de ovos e carnes vermelhas.

 

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.