Vinho espumante

Vinho espumante italiano

Segundo as normas europeias, na categoria “vinho espumante” entram os vinhos dos quais a efervescência é proveniente de um processo de fermentação alcoólica em recipiente fechado, incluem-se ainda aqueles que ganham essa característica da adição de dióxido de carbono, com pressão de pelo menos 3 bar com temperatura de 20 graus. Essa definição engloba muitos produtos, mas o melhor vinho espumante é o chamado “spumante naturale“, dessa classificação fazem parte aqueles em que as bolhas nascem da refermentação natural de uma determinada quantidade de açúcar e não do acréscio de CO2.

Esse vinho italiano é obtido através de dois métodos: Clássico e Charmat, é o último que representa o verdadeiro estilo italiano de fabricar vinho, uma técnica que une a necessidade de redução de custos com a oportunidade de desfrutar da superioridade de uvas possuidoras de características mais aromáticas se comparadas àquelas usadas em outros países produtores.

A uva, de fato, tem uma grande contribuição na fama do vinho espumante italiano. Moscato branco e giallo, Lambrusco, algumas variedades da Malvasia, Brachetto, Glera e Erbaluce além das clássicas Chardonnay e os diversos tipos de Pinot, são as mais utilizadas.