Grana Padano

Queijo grana padano, pérola entre os queijos italianos típicos

O queijo Grana Padano é o DOP produzido em maior quantidade do mundo. O primeiro queijo italiano Grana Padano nasceu em 1135 em Chiaravalle, a abadia mais importante dos monges cistercienses, que seguiam a regra beneditina. Oravam e trabalhavam ao longo do Vale do Rio Po, local que recuperaram e tornaram fértil favorecendo a criação de gado e produção de leite. Um bem precioso, que depois de apenas um dia não podia ser consumido. Assim, os religiosos tiveram a idéia de aquecê-lo e adicionar o coalho de modo a eliminar o soro e fazer um queijo.

Ainda hoje degustamos o resultado desse trabalho: um queijo áspero e consistente, que pode ser conservado por um período superior a dois anos da sua elaboração. Por esse motivo foi chamado de “caesus vetus“, queijo velho e em seguida rebatizado de “formai de grana“. Com o passar do tempo a preparação se espalhou além das portas do monastério, os produtores produziam e envelheciam um Grana que recebeu o nome das províncias onde era fabricado. Em 1951, aqueles que eram feitos  ao norte do Rio Po e na região de Piacenza foram chamados de queijo Grana Padano.