dieta mediterrânea

Dieta mediterrânea, às da nutrição e timão da educação alimentar

A dieta mediterrânea é o melhor exemplo de estilo de vida saudável, capaz de assegurar bem-estar e prevenir diversas doenças crónicas. Os especialistas de nutrição a indicam como modelo de excelência, e passam seus princípios com campanhas de educação alimentar.  O esquema reproduz os hábitos típicos das populações da bacia do mediterrâneo, estes foram estudados no século XX pelo “Seven Country Study”, o estudo levou mais de seis anos e investigava a relação entre alimentação e óbitos por patologias cardiovasculares.

A dieta mediterrânea (nome dado por um especialista em nutrição dos EUA chamado Ancel Keys, que se transferiu ao Sul da Itália para começar a pesquisa) demonstrou o menor nível de mortalidade. Desde então a comunidade cientifica publicou muitas confirmações da tese inicial, mostrando uma gama vasta de benefícios para a saúde.

O segredo é consumir produtos frescos, sendo a maior parte de origem vegetal, que venham de locais próximos e respeitando as sazonalidades. A UNESCO a incluiu na lista de Patrimônio Intangível da humanidade em 2010 devido a sua combinação de qualidade e impacto positivo no corpo.