Chocolate

Chocolate italiano, uma doce paixão

Chocolate, comida dos Deuses! As sensações que o chocolate italiano, os bombons, o famoso salame de chocolate e o chocolate amargo propiciam ao paladar são paradisíacas. Além disso, numerosos estudos o associam a propriedades benéficas.

As propriedades do chocolate amargo parecem desenvolver função cardioprotetora e antidepressiva. Dizem que o chocolate provoca as mesmas emoções que provamos quando nos apaixonamos. Será por este motivo que, uma vez provado, é difícil parar?! Porém a iguaria contém 500 kcal em 100 gramas, desta forma a regra é consumir pouco para uma alimentação saudável.

Na busca pelos melhores, é útil conhecer os truques do comércio. Um bom produto é frio ao toque e macio em contato com os dedos. O aroma precisa ser penetrante e agradável. Quando quebrada, a barra deve romper-se precisamente produzindo um estalo. Muito importante é a conservação em local fresco e seco, mas não no refrigerador. A temperatura ideal é entre 13 e 18 graus, com uma taxa de umidade de 50%. Exceção a regras são os “salami di cioccolato“, estes podem ser armazenados em refrigeradores.