Consum-atores

Amazon fora da lei

amazon illeciti

Amazon fora da lei, omissões graves na venda de alimentos. Eis 18 novos exemplos

Amazon fora da lei. Como denunciamos ao antitruste, a gigante do comércio eletrônico viola descaradamente as regras de informação ao consumidor. Depois de uma primeira investigação das irregularidades do serviço Amazon Pantry, recolhemos outros ótimos exemplos. Sempre esperando que a Autorità Garante per la Concorrenza e il Mercato — e outras autoridades competentes — intervenham o mais rápido possível em favor dos consumidores e da garantia de legalidade.

Amazon fora da lei, outros 18 casos

Em total desprezo pelas regras favoráveis ao consumidor, a Amazon continua vendendo alimentos e bebidas sem fornecer informações obrigatórias de base, como a lista de ingredientes e a denominação dos alimentos, para citar algumas. Informações que fazem parte da segurança alimentar.

Reportamos, abaixo, 18 exemplos de inaceitáveis violações de lei e dos direitos dos consumidores. Para cada um, a violação é descrita e documentada pela imagem capturada em nossa investigação “de campo”.

1) CRODINO, TWIST

Faltam:

blank
blank
blank

 

2) SANT’ANNA, SANTHÈ

Estão ausentes:

  • a denominação de venda,
  • a lista dos ingredientes e eventuais alérgenos,
  • o QUID (Quantitative Ingredient Declaration) do ingrediente caracterizante (neste caso, o limão),
  • o valor nutricional.

blank
blank

 

3) GAIA, KETCHUP

Aqui não encontramos:

  • uma indicação unívoca da quantidade vendida do produto — em um caso aparece como 950 g, em outro 1,02 kg e 1,03 kg em outro.
  • a devida indicação do valor por kg, por sua vez, não responde a qualquer das indicações precedentes fornecidas.
  • falta ainda a declaração nutricional, da qual aparece apenas uma imagem desfocada, completamente ilegível.

blank
blank

 

4) VIVIBIO, BISCOTTO DI FARRO

Também aqui faltam:

  • denominação do alimento,
  • lista de ingredientes,
  • alérgenos.
  • além da declaração nutricional, ainda mais necessária — já antes de 14/12/16 — uma vez que as alegações nutricionais são visíveis na frente da embalagem. Realces semelhantes podem ser realizadas em toda a gama de produtos ViviBio comercializados pela Amazon.

blank
blank

 

5) PANEALBA, GRISSINI NOSTRANI

As informações obrigatórias essenciais (ex.: elenco de ingredientes, declaração nutricional) são ilegíveis, se bem que presentes, por causa de fotografia de embalagens transparentes com reflexo de luz.

blank
blank
blank
blank

 

6) PANEALBA, CROSTINI

Como antes, disparos desajeitados tornam as imagens completamente ilegíveis. As informações solicitadas por lei parecem existir, mas não estão acessíveis na imagem, nem a Amazon as reproduz na página apropriada do site. Uma outra oferta “às cegas”.

blank
blank
blank
blank

 

7) GALBUSERA, CRACKER SNACK

Denominação do alimento e composição resultam ilegíveis na reprodução fotográfica da parte de trás da embalagem. O detalhe da lista de ingredientes aparece visível somente em outras línguas que não o italiano.

blank
blank
blank
blank

 

8) TUC AL SESAMO

Dos TUC há, por motivos desconhecidos, somente a frente do rótulo. O que está na parte de trás permanece um mistério. A Amazon transcreve a lista de ingredientes, mas não faz o mesmo com outras informações obrigatórias, como:

  • declaração nutricional,
  • condições de conservação,
  • nome do operador responsável, etc.

blank
blank
blank
blank

 

9) SAN CARLO, CREMINI

No site, neste caso, aparece somente a frente do rótulo e nenhuma informação além desta. Nem os alérgenos, nem a rotulagem nutricional, nem mesmo a quantidade do produto. Exceto por uma indicação inútil de 18g por cremino, como se o consumidor devesse fazer os cálculos para saber quanto de produto está comprando e qual o preço por kg (!).

blank
blank

 

10) SAN CARLO, PATATINE PIÙ GUSTO, MULTIPACCO

Não estão disponíveis:

  • informações de denominação do alimento,
  • lista de ingredientes.
  • Muito menos a quantidade dos produtos — diante de indicações variadas, 177 e 179 gramas — e de qualquer ingrediente caracterizante.
  • A indicação relativa aos ingredientes alérgenos é igualmente variada e ilegal, no caldeirão das frases: “Contém aipo, Contém grão/trigo, Contém lactose, Contém leite, Contém mostarda, Pode conter soja”. Quais alérgenos em quais produtos?
  • A rotulagem nutricional é só parcialmente visível.

blank
blank
blank

 

11) BOUNTY, MULTIPACK

As informações nutricionais aparecem em várias línguas, mas não em italiano e são, de qualquer forma, ilegíveis devido a péssima qualidade das imagens. A Amazon, neste caso, limita-se a reproduzir o peso neto do produto sem sequer esclarecer o número de embalagens ou de pacotes.

blank
blank
blank
blank

 

12) FORELLI, BUTTER COOKIES

Nenhuma informação, nem imagem para o consumidor, exceto ter confiança cega só pelo nome no produto em inglês (!).

blank
blank

 

13) FIOR DI LOTO, MUESLI

Apenas uma imagem fotográfica, com informações em caracteres microscópicos. A denominação do produto é evidente pela foto, enquanto o peso, a origem e a lista de ingredientes são apresentadas pela Amazon. E o resto das informações obrigatórias por lei?

blank
blank

 

14) FABBRI, AMARENA

A única informação certa é a presença de cerejas, mas come elas são preparadas e com quais ingredientes não se sabe. O enigma se estende às propriedades nutricionais e outras informações obrigatórias, elas devem constar no outro lado da embalagem que não é visível. Também aqui a Amazon se cala, com exceção da indicação de peso neto.

blank
blank

 

15) RUMMO, ELICOIDALI BIO INTEGRALI

Também neste caso, a Amazon se limita a reportar apenas a imagem frontal do rótulo. Omitindo tranquilamente a informação nutricional — seguramente importante, além de obrigatória, em uma massa integral — e outras informações reportadas nos demais 5 faces da embalagem.

blank
blank

 

16) MATT, FARRO E FAVE

Outra massa fora do comum, em que há muitas informações ilegíveis (ex.: lista de ingredientes, ingredientes alérgenos e caracterizantes, etc.). Resumindo, a Amazon não fornece as informações obrigatórias.

blank
blank
blank

 

17) DEL MONTE, ANANAS, FETTE AL NATURALE

Rótulo somente em língua estrangeira, em contraste com o requisito linguístico definido pelo legislador italiano — com base na normativa europeia — de acordo com a qual, as informações obrigatórias sobre os produtos alimentares vendidos na Itália devem ser obrigatoriamente na língua de Dante Alighieri. Em vez de, como neste caso, na de Miguel de Cervantes Saavedra. Neste caso, o papel de Don Quixote é confiado aos consumidores italianos e a quem deveria protege-los. Os moinhos de vento da ilegalidade carregam a marca Amazon Pantry. Que obviamente se protege bem adicionando, na página, algumas informações úteis para compensar as violações de lei.

blank
blank
blank
blank

 

18) SACLÀ, CIPOLLINE ALL’ACETO DI VINO

As imagens deste produto são de um rótulo vintage, anterior a aplicação do Food Information Regulation (FIR, reg. UE 1169/11). A rotulagem é, portanto, incompleta. Mas há coisas piores: o peso neto e o peso por kg consideram o líquido de conservação, em vez de — como devido para o produto com líquido de conservação (conforme reg.UE 1169/11, All. IX) – apenas o do alimento. Consequentemente, o peso por kg dado pela Amazon é claramente inferior ao real. Fraude no comércio.

blank
blank
blank

Sobre o autor