Mercados

Alimentos sem glúten tendência

Alimentos sem glúten, tendência de crescimento contínuo

Alimentos sem glúten, tendência crescente. O mercado do gluten free italiano promete triplicar no próximo decênio, enquanto em 2016 se prepara para atingir um movimento de negócios superior aos quatro bilhões e meio de dólares (4,64 bi), segundo relatório mais recente do instituto de pesquisas britânico Visiongain, que analisa a tendência no mundo.

A produção de alimentos italianos sem glúten é conduzida por empresas especializadas, pequenas e médias, prevalentemente concentradas ao norte, na Emilia-Romanga, Lombardia, Veneto e Piemonte, conforme o último Observatório Nacional sobre o setor de alimentos sem glúten.

O volume de vendas é movido por consumidores italianos celíacos — mais de 170 mil pessoas, número que cresceu 15% entre 2012 e 2014 — assim como por um amplo público que escolhe comida gluten free independentemente da intolerância à proteína vegetal,  também graças à difusão de práticas alimentares questionáveis. No exterior a demanda de alimentos italianos sem glúten vem predominantemente da França, Alemanha e Grã-Bretanha na Europa e dos Estados Unidos na área extra-UE.

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.