Mercados

Alimentos sem glúten

pasta no glutine

Alimentos sem glúten e outros “free from”: paixão italiana

Os italianos amam os alimentos sem glúten, lactose e todos os “free from“. No primeiro semestre de 2016 todo o setor de alimentos “sem” faturou quase dois milhões de euros, marcando um aumento de 5,7% em comparação ao mesmo período de 2015. Sinal de constante pesquisa em alimentos adequados a uma dieta saudável e compatível com alergias e intolerâncias alimentares.

Segundo relatório Coop, a classificação dos alimentos mais vendidos nesta categoria se abre com os “sem gorduras” o “light” (+1,6%, em um total de 1.150 mi de € em toda a grande distribuição organizada, Gdo). Seguem aqueles “sem lactose” (+20,3%, 379 mi de €) e os alimentos “sem glúten” (+20,6%, 159 mi de € faturados) marcados com o selo da associação Aic, especificamente dedicado aos celíacos, mas sempre mais pesquisados pelos consumidores sem diagnóstico de intolerância, convencidos de que é benéfico evitar o glúten.

Vendem bem também os “sem Ogm” e os demais alimentos “free from“: um valor de 247 mi de €, apresentando um incremento de 0,3%. Em leve queda estão somente  os “sem sal” (-2,8%), que de qualquer forma representam uma fatia de compras de 61 mi de €.

Sobre o autor

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.