IníciosegurançaMicroplásticos em nossos pulmões também. O estudo britânico

Microplásticos em nossos pulmões também. O estudo britânico

Os microplásticos também se acumulam nos pulmões, onde chegam por inalação. A descoberta é descrita no estudo que acaba de ser publicado na revista científica Ciência do Meio Ambiente Total. (1)

O trabalho abre um novo campo de pesquisa, mas reacende a preocupação com o uso excessivo de plástico, que ainda cresce apesar dos alertas sobre danos ambientais e temores pela saúde humana.

Microplásticos nos pulmões, o estudo

Pesquisadores Os britânicos analisaram amostras de tecido pulmonar retiradas de 13 pessoas durante a cirurgia.

Em 11 casos microplásticos foram encontrados, presos na parte mais profunda dos pulmões. Resultado que demonstra a incapacidade do órgão em filtrar esse tipo de partículas, que são permeáveis ​​à rede mais fina do sistema respiratório.

microplásticos nos pulmões

Dois tipos de plástico

Microplásticos encontrados têm dimensões de até 0,003 mm e são quase sempre feitos de dois materiais ubíquos no consumo diário:

- o PP (polipropileno), polímero termoplástico amplamente utilizado na produção de embalagens e tubos para alimentos,

- o animal de estimação (polietileno tereftalato), notoriamente utilizado na produção de garrafas para água e outras bebidas. Também está presente em muitos produtos do dia a dia, como tecidos, cosméticos, medicamentos etc..

Também exposto por inalação

A presença de microplásticos nos pulmões já havia sido apurado em 2021 em amostras de autópsia. Um estudo brasileiro os encontrou em 13 de 20 idosos que morreram. Nesse caso, a partícula mais frequente foi o polietileno (PE), polímero utilizado para embalagens e embalagens de alimentos. (2)

microplásticos nos pulmões
Veja a nota 2

Já faz 24 anosAlém disso, um estudo nos EUA de pacientes com câncer de pulmão encontrou fibras plásticas e vegetais (como algodão) em mais de 100 amostras. No tecido canceroso, 97% das amostras continham as fibras e nas amostras não cancerosas 83% estavam contaminadas. (3)

Acumule-se no corpo, do sangue aos pulmões

Microplásticos, de polipropileno e PET principalmente, já foram encontrados dentro do corpo humano. Apenas um mês atrás, uma pesquisa os encontrou No Sangue e já havia sido encontrado na placenta.

Estudos em animais (ratas grávidas) mostraram que essas partículas passam rapidamente pelos pulmões para atingir o coração, o cérebro e outros órgãos do feto. (4)

Quais riscos para a saúde?

A acumulação de microplásticos no corpo humano está agora amplamente demonstrado. Ainda não há evidências de uma certa correlação entre esse fenômeno e o aparecimento de doenças.

As conclusões alcançados até agora são preocupantes. Experimentos de laboratório mostram que os microplásticos danificam as células humanas. (5) E partículas semelhantes de poluição do ar já causam milhões de mortes todos os anos. Uma contribuição prejudicial é atribuída aos microplásticos ligados ao material particulado atmosférico, conforme indicado por um estudo realizado na região metropolitana de Paris. (6)

Marta Strinati e Dario Dongo

Imagem da capa inspirada em Tempos de Promessa

Nota

(1) Lauren C. Jenner, Jeanette M. Rotchell, Robert T. Bennett, Michael Cowen, Vasileios Tentzeris, Laura R. Sadofsky,
Detecção de microplásticos em tecido pulmonar humano usando espectroscopia μFTIR, Ciência do Ambiente Total, Volume 831,
2022, https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2022.154907

(2) Luís Fernando Amato-Lourenço, Regiani Carvalho-Oliveira, Gabriel Ribeiro Júnior, Luciana dos Santos Galvão, Rômulo Augusto Ando, ​​Thais Mauad. Presença de microplásticos transportados pelo ar no tecido pulmonar humano. Jornal de Materiais Perigosos,
Volume 416, 2021, https://doi.org/10.1016/j.jhazmat.2021.126124.

(3) Pauly JL, Stegmeier SJ, Allaart HA, Cheney RT, Zhang PJ, Mayer AG, Streck RJ. Fibras celulósicas e plásticas inaladas encontradas no tecido pulmonar humano. Cancer Epidemiol Biomarkers Prev. 1998 Maio, 7 (5): 419-28. PMID: 9610792. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/9610792/

(4) Ver artigo anterior https://www.greatitalianfoodtrade.it/sicurezza/microplastiche-nel-sangue-prima-evidenza-nell-uomo

(5) Domenech J, de Britto M, Velázquez A, Pastor S, Hernández A, Marcos R, Cortés C. Efeitos a longo prazo de nanoplásticos de poliestireno em células intestinais humanas Caco-2. Biomoléculas. 2021º de outubro de 1; 11 (10): 1442. doi: 10.3390/biom11101442. PMID: 34680075; PMCID: PMC8533059. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34680075/

(6) Joana Correia Prata (2018). Microplásticos transportados pelo ar: Consequências para a saúde humana? Poluição Ambiental, Volume 234, 2018, Páginas 115-126. https://doi.org/10.1016/j.envpol.2017.11.043

+ postagens

Jornalista profissional desde janeiro de 1995, trabalhou em jornais (Il Messaggero, Paese Sera, La Stampa) e periódicos (NumeroUno, Il Salvagente). Autora de pesquisas jornalísticas sobre alimentação, publicou o livro "Ler rótulos para saber o que comemos".

+ postagens

Dario Dongo, advogado e jornalista, doutor em direito alimentar internacional, fundador da WIISE (FARE - GIFT - Food Times) e da Égalité.

Artigos Relacionados

Artigos recentes

Commenti recentes

Traduzir »