caviar

Caviar produzido na Itália, ouro de Brescia

caviar e bruto. Existe outro par de sabores do mundo italiano capazes de evocar prestígio, classe e excelência? O Belpaese o produz desde o século XVI e hoje é produtor do caviar Calvisius, o príncipe indiscutível das receitas e preparações da alta cozinha.

Famosa desde os anos 1500 é a pesca do caviar italiano (Ladano) no rio Pó, realizada até a primeira metade dos anos 1900, transmitindo receitas tradicionais de preservação nas lojas de artesanato. Ao se libertar da Rússia e do Irã, a península italiana conseguiu voltar à tona com excelentes produtos, graças à epopeia de calvisius símbolo de Bréscia. Nas águas muito puras da zona de Calvisano, de facto, após uma fase experimental em que foram criados inicialmente exemplares de esturjões brancos, também é possível encontrar variedades beluga, oscetra e serva, para uma produção igual a 20% da mundial.

É assim que o alimento obtido a partir do processamento de ovos de esturjão é definido, refinado e com um sabor delicadamente decisivo. Isso é o que é caviar. As receitas geralmente são servidas com manteiga, em croutons ou em pratos frios, muitas vezes acompanhados de champanhe ou vodka. Ou, no caso do caviar calvisius de uma magnum de Franciacorta, geograficamente muito próxima.

 

+ postagens
Artigo anteriorAnchovas em conserva
Artigo seguintecaviar
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Descubra como seus dados são processados.

Artigos recentes

Commenti recentes

Traduzir »