Quem somos

Great Italian Food Trade, um portal de informação independente sobre alimentos e arredores e uma encruzilhada para a promoção de cadeias agroalimentares Made in Italy sustentável, é uma marca registrada da empresa de benefícios Wiise Srl.

empresa de benefícios wiise srl

Empresa de benefícios Wiise Srl (Ideias e iniciativas viáveis ​​para uma economia sustentável) foi fundada em 2012 por Dario Dongo. (1) A empresa atua nos seguintes setores:

- adendo estratégico e técnico-jurídico (destinado a indústrias agro-alimentares e PME, distribuição, associações de consumidores),

- pressão, a nível europeu e nacional, a favor dos operadores económicos, cidadãos e suas categorias apenas e apenas para iniciativas que cumpram os critérios de desenvolvimento sustentável e de bem comum em que assenta o trabalho da Wise,

- Pesquisar, inclusive no contexto de programas cofinanciados pela UE. O início do projeto pan-europeu está próximo 'Leite de camelo', dentro do contexto de programa ANTES. Outro projeto está sendo selecionado, 'ProFuture', dedicada à utilização de algas e microalgas nas cadeias alimentares e alimentares,

- Treinamento a favor de entidades públicas (autoridades de supervisão, universidades) e entidades privadas (associações comerciais e de consumidores), também a nível europeu e internacional,

- publicação independente através dos dois portais PRESENTE (cuja seção dedicada à comida e bebida italiana é traduzida por falantes nativos para inglês, francês, espanhol, português, árabe, russo e chinês) e TARIFA, dedicado a estudos aprofundados sobre direito agroalimentar.

Também são publicados ebook a baixar livre de alimentos e rações. Cadeias de suprimentos, políticas e regras (por exemplo, segurança alimentar, OGMs e pesticidas, informações ao consumidor sobre alimentos, cultura alimentar).

Os objetivos de benefícios do Wiise

Wiise tem por objeto os seguintes fins de benefício comum:

1) promoção do desenvolvimento sustentável na cadeia agroalimentar, com atenção às suas várias dimensões:

a) sociais. Equidade e redistribuição de recursos, proteção dos trabalhadores e suas comunidades, contribuição para valores sociais compartilhados,

b) meio ambiente. Redução do impacto global das cadeias de abastecimento no ambiente, respeito pelos ecossistemas e biodiversidade, economia circular,

c) econômico. Participação nas economias distritais com uma abordagem solidária e inclusiva. Cooperação internacional inspirada em princípios de solidariedade e compartilhamento de conhecimento,

2) informações independentes em toda a cadeia de abastecimento alimentar, 'das sementes ao garfo' é 'da alimentação ao garfo ', nutrição e saúde,

3) conscientização dos consumidores relativamente às regras em vigor relativas à produção e comercialização de produtos alimentares,

4) ativismo. Promoção de iniciativas destinadas a afirmar a legalidade e boas práticas nos setores de alimentos e rações. Para a proteção dos consumidores e do mercado, bem como dos seres humanos, dos animais e do meio ambiente.

Nota

(1) Dario Dongo (Gênova, 1971) é advogado e jornalista, PhD, MBA (Edhec), mestre em estratégia e governança (Universidade de Pisa) Doutor em Direito Alimentar Europeu (Agrisystem, Universidade Católica do Sagrado Coração de Piacenza e Cremona). Há mais de 25 anos lida com políticas e normas nas áreas agroalimentar, ambiental, segurança no trabalho, antitrust e direitos do consumidor. Publicou uma dezena de livros e mil artigos, bem como realizou cerca de 250 conferências, seminários e conferências em Itália, UE e países terceiros.